Quando criança achamos as pessoas muito mais bonitas.

4 comentários:

Jr Punketone disse...

Johnny, não entendi...
parece que dá no mesmo, tipo: se quando criança achamos as pessoas muito mais bonitas é uma questão pessoal, individual (quem acha é a criança); se achamos muito mais pessoas bonitas pressupõe-se que a criança sempre é mais feia do que as pessoas (o que também pode ser pessoal, pois uma criança - e aqui vc pode explicar melhor pq entende bem mais que eu - pode se considerar, conscientemente ou não, mais bonita do que as pessoas ou pode se considerar mais feia). Se eu entendi errado o texto, me avisa aí preu entender!
abração.

ma (g) dalena leturia disse...

as criancas nao enxergam as coisas feias, pois elas sao mais puras
sin maldad
es la sociedad la que corroe todo
las malas juntas
las personas que nos hacen perdernos al crecer

los niños no buscan lo malo, ni lo feo, por eso ven mayormente lo bellos
lo que debería realzar en todos
en cada mirada

joão re-nato disse...

... ou muito mais pessoas bonitas?
(como estava antes na frase*)
q depois do comentário d jr percebi q a frase não representava a diferença d intensidade e quantidade, q me remeteu ao ouvir estra frase no filme Asas do desejo.

e d uma forma simples quer dizer tbm o q a maida disse ... essa pureza realmente me fazia achar as pessoas mais bonitas.

ma (g) dalena leturia disse...

nunca soube q foi o q vc achou do filme las alas del deseo