é - di - po



Analisando a situação dos índios que os colonizadores ((convencem)) a trocar sua casa coletiva por casas ((pessoais)).


Na casa coletiva o apartamento familiar e a intimidade pessoal baseavam-se numa relação com o vizinho definido como aliado, de modo que as relações interfamiliares eram coextensivas ao campo social. Mas, pelo contrário, nessa nova situação, produz-se ((uma fermentação abusiva dos elementos do casal sobre si próprios)) e sobre os filhos, de modo que a família restrita fecha-se num microcosmo expressivo em que cada um dos membros reflete a sua própria linhagem enquanto se torna cada vez mais estranho às transformações sociais e produtivas.

O Édipo é uma espécie de eutanásia do etnocídio. Quanto mais a reprodução social escapa em natureza e extensão aos membros do grupo, mais se rebate sobre eles ou os rebate sobre uma reprodução familiar restrita e neurotizada cujo agente é o Édipo.

Porque o Édipo não é só um processo ideológico, mas é também o resultado da destruição do meio ambiente, do habitat, etc.


_____

adaptação de um trecho retirado do livro O Anti-Édipo
leia + sobre o assunto aqui

fe-menino


Mulher é metade do mundo, e mãe da outra metade que não é mulher.

Na vida tenho muito que dançar
Para aguentar o peso
Pra parar de pensar no erro...

Por que você me quer assim
Triste e traiçoeiro
Se eu posso dividir meu corpo e meu amor...

Por que você não quer
Ficar tranquila um pouco
Seu rosto é mais bonito rindo.


*Otto - por que

prazer carnal


Será que a mulher é vista como um envelope carnal e social e esta apenas num lugar de passagem da criança e do homem ?

Que é através dos oríficios femininos que ela tem acesso ao seu mundo interno, o que se reflete na percepção do externo???

Tem horas que estranho a psicanálise ... ou será a sociedade?

__
Grafite - Banksy


Já pensou se desligassem esse rádio... e esse ar condicionado fazendo esse barulho? e o ruído desse teclado de computador, tec, tec, tec...


André Gonçalves de Oliveira